quinta-feira, 23 de julho de 2015

"O CONTO DA PRINCESA KAGUYA" E OUTRAS ANIMAÇÕES CULT

A animação japonesa  “O Conto da Princesa Kaguya” está em cartaz nos cinemas brasileiros. Clique aqui para saber onde você pode conferir a produção.

Mais uma obra do premiado Estúdio Ghibli, fundado em 1985, está animação baseada em um antigo conto japonês representa a mais pura arte impressionista com tons claros e traço delicado.  O filme foi dirigido pelo veterano Isao Takahata co-fundador do Estúdio, ao lado de Hayao Myazaki.

Na história, um cortador de bambu, já de uma certa idade, encontra dentro do tronco de uma árvore uma princesinha bem pequena, que apesar da forma adulta cabe nas mão do homem. Logo a princesa vira um bebê, e começa a crescer de forma surpreendetemente rápida. O cortador e sua mulher, que não têm filhos, decidem criar a menina. Ela tem uma infância feliz no campo, mas seu pai, determinado a transformá-la na princesa que acredita que a menina é, a leva para a cidade para que ela encontre um marido apropriado. Entretanto, “pequeno bambu” como era chamada pelos coleguinhas de infância,  nunca esqueceu seus dias nas montanhas e acaba se tornando uma moça extremamente infeliz.

A arte do desenho encanta, por permanecer fiel às tradicionais formas de pintura e gravura japonesas combinado a um roteiro que se desenrola como um poema.  Apesar de ser longo (137 minutos) a produção é um deleite para os olhos.

Relembre, na lista abaixo, outras animações com teor mais adulto e origem independente que fogem do paradigma hollywoodiano de roteiro e  composição visual.

Veja o trailer: 




PERSÉPOLIS (2007)

Com apenas oito anos, Marjane assiste a queda do Xá durante a Revolução Iraniana de 1979. Entretanto, ao passo que Marji (como é chamada) cresce, ela testemunha a formação de um novo Irã sendo governado por fundamentalistas islâmicos. Na condição de uma jovem mulher, ela tem dificuldades de se ajustar nesse repressivo sistema e de permanecer calada. Sua a família, então, manda a jovem para a Europa onde um grande conflito cultural a marcará por toda sua vida adulta.



VIDAS AO VENTO (2013)

Jiro sonha em construir e voar em belas aeronaves, inspiradas pelo famoso designer italiano Caproni. Limitado por sua tenra idade e incapaz de se tornar piloto, Jiro se junta a uma grande companhia de engenharia japonesa, em 1927, se tornando um dos mais inovadores e bem sucedidos designers aeroespacial. O filme mostra sua vida paralelamente a diversos eventos históricos que incluem a terremoto em Kanto (1923), a Grande  Depressão, a epidemia de tuberculose e a entrada do Japão na Segunda Guerra Mundial. 


VALSA COM BASHIR (2008)

Uma noite em um bar, um velho amigo conta ao diretor Ari sobre um pesadelo recorrente onde ele é perseguido por 26 cães selvagens. Os dois concluem que há uma conexão com a missão que executaram durante o tempo em que serviram ao Exército de Israel, na primeira guerra do Líbano, em meados dos anos 80. Ari é surpreendido pelo fato de que ele não consegue lembra-se de nada a respeito daquele período. Intrigado, ele decide procurar por antigos colegas ao redor do mundo para saber a verdade sobre seu passado.





Nenhum comentário:

Postar um comentário