segunda-feira, 13 de julho de 2015

CORRENTE DO MAL - REVIEW

O diretor David Robert Mitchell ainda é um nome desconhecido para o público brasileiro, mas que já coleciona fãs ao redor do mundo com seu primeiro trabalho para a tela grande “O Mito da Liberdade” e agora com “Corrente do Mal”, que tem estreia prevista para a próxima semana (23 de julho).

“Corrente do Mal” é um filme de terror/suspense, centrado na vida da jovem Jay Height, uma menina comum que depois de ter relações sexuais com rapaz errado é “contaminada” com um tipo de maldição. Ela passa a ser perseguida por entidades que só irão parar até que a pessoa que carrega “a coisa” seja morta. Sua única possibilidade de escapar seria transmitindo o feitiço (Vírus? Doença? Maldição?) para uma próxima pessoa. E antes que você se pergunte “E a camisinha?”, o próprio diretor já declarou que preservativos não impediriam a disseminação.

Se desconsideramos a alusão óbvia à doenças venéreas e focarmos na estrutura, “Corrente” chega a ser um filme bem inspirado até o seu clímax, onde se perde do meio para o fim. Numa atmosfera muito bem construída, que remete aos filme de John Carpenter (da franquia Halloween) somada a uma trilha sonora marcante, o filme consegue arrancar sustos legítimos causando muita tensão na maior parte do tempo.

O que é um pouco frustrante, pois constrói uma boa premissa só para depois dar uma resolução forçada e um tanto decepcionante. Alguns furos no roteiro e a falta de explicações deixa um ar ambíguo que levanta questões para serem debatidas ad infinitum. O que pode ser bom se você se contenta em sair do cinema com cara de interrogação. 


Mas o longa tem saldo positivo no geral. As atuações do jovem elenco são boas e o roteiro apresenta algo diferente do lugar comum que vem dominando o gênero de terror para adolescentes. A última renovação na categoria foi em 1996, com “Pânico”, de Wes Craven. Não se pode negar que Mitchell dialoga bem com esse público e se depender de seus trabalhos até agora, mal posso esperar pelo seu próximo passo. 

Veja o trailer: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário