quarta-feira, 17 de junho de 2015

LUGARES ESCUROS - REVIEW

O suspense "Garota Exemplar" chegou aos cinemas em 2014 e logo tornou-se sucesso incontestável de crítica e bilheteria. O filme foi considerado um dos melhores daquele ano. Infelizmente, o mesmo não se pode esperar de "Lugares Escuros", outra adaptação da obra de Gillian Flynn. 

Estrelado por Charlize Theron, o longa apresenta vários elementos intrigantes e oferece uma premissa interessante: única sobrevivente do massacre que vitimou sua mãe e irmãs, mulher deve confrontar seus demônios, quase trinta anos depois, para descobrir se seu irmão foi realmente o responsável. Entretanto, o resultado é um tanto decepcionante e as resoluções oferecidas ficam aquém do que o argumento poderia oferecer.

Não estou dizendo que é um filme necessariamente ruim. Em alguns momentos, chega a ser bem empolgante e Charlize consegue manter uma atuação bem consistente ao longo da trama. O excesso de informações secundárias é a principal fonte de desconforto e acaba desviando a atenção do conflito principal. São muitas coisas para administrar: a suposta pedofilia do irmão, cultos satânicos, os problemas financeiros da família, a namorada louca do irmão, o pai explorador e agressivo, etc. Além do uso abusivo de flashbacks que acabam sendo uma saída preguiçosa para explicar o que aconteceu.

Um diretor mais preparado, como David Fincher (diretor de "Garota Exemplar"), poderia sugerir reviravoltas mais emocionantes e, talvez, fazer "Lugares Escuros" se equiparar em qualidade ao seu antecessor. O resultado aqui, entretanto, é apenas regular.

Confira o trailer:



Nenhum comentário:

Postar um comentário